COMO FICAM OS ALUGUÉIS DIANTE DA PANDEMIA DO COVID-19